Três teorias famosas que podem ser abordadas em “Game Of Thrones”

Desde que o mundo é mundo que os fãs de “Game Of Thrones” criam várias teorias baseadas nos livros e que talvez possam ser usadas na série. Já que a produção está em seus momentos finais, é provável que muitas dessas previsões se tornem realidade ou não. Pensando nisso, o portal Uma Série de Coisas relembrou três teorias para refrescar a memória antes que a oitava temporada comece, no próximo domingo (14). Confira:

A identidade do Azor Ahai e da Nissa Nissa

Existiu um período, identificado nas histórias de George R. R. Martin como Longa Noite (milhares de anos antes dos eventos de ‘Game Of Thrones’), em que Os Outros dominavam tudo. Nessa época, um homem decidiu arriscar sua vida sendo o salvador do mundo e livrar a humanidade dessa ameaça. Ele tentou criar uma espada que fosse suficientemente poderosa, mas na etapa de temperar a arma, o equipamento sempre quebrava. Depois de falhar e levar vários dias tentando criar o armamento ideal, ele decidiu temperar a nova espada com o sangue de um leão, mas também não deu certo.

Na última tentativa, ele decidiu substituir o leão pela esposa, chamada Nissa Nissa. Ele atravessou a espada no coração dela e, dessa vez, a arma foi completamente finalizada. A espada era flamejante (tal qual a do personagem Beric, na série) e foi denominada de Luminífera. Assim, o homem – não se sabe a origem do nome dele, se é Azor Ahai ou se esse é apenas o nome do acontecimento, então ficaremos aqui com a primeira opção – foi capaz de extinguir os Caminhas Brancos da Terra (pelo menos por um tempo) e o mundo saiu do período de Longa Noite.

Em ‘Game Of Thrones’, a lenda é narrada pela Melisandre (Carice van Houten), mas existem outras histórias contadas e repassadas de acordo com cada povoado da série. Por exemplo, no Norte é dito que houve a união entre o povo e os Filhos da Floresta para derrotar Os Outros, já os Dothraki afirmam que a responsabilidade de salvar a humanidade é do “Garanhão que monta o mundo”.

Há quem diga que o Azor Ahai pode reencarnar em alguém e que essa pessoa seria o novo salvador do mundo, uma vez que Os Outros voltaram a ser uma ameaça. Desde então, especula-se quem pode ser o escolhido, mas, segundo a teoria, algumas particularidades são necessárias para ser o Azor Ahai: 1) O Azor Ahai precisa nascer ou ter nascido em um local que tenha sal e fumaça; 2) É preciso que uma “Estrela Sangrenta” (interpretado por muitos como um cometa) esteja de passagem; 3) Possuir a espada Luminífera ou alguma outra coisa que represente o artefato (interpretação figurativa); 4) Fazer um sacríficio (como a morte da Nissa Nissa);

A Melisandre e o Meistre Aemon já disseram que o Azor Ahai poderia ter relação com a família Targaryen, o que lança luz para a possibilidade de Daenerys ser a salvadora. Mas há, ainda, quem acredite que Jaime Lannister, John Snow, Beric e até mesmo Sam Tarly possa ser o Azor Ahai. A Melisandre pensou, por um tempo, que Stannis seria o escolhido, fazendo até um sacrifício onde assassinou sua filha Shireen Baratheon. A resposta a essa lenda pode ser revelada na oitava e última temporada de “Game Of Thrones”, já que a guerra entre os Caminhantes Brancos e os humanos está próxima.

Profecias de Cersei

Quando Cersei Lannister tinha 10 anos de idade, visitou a tenda da bruxa Maggy com uma amiga. Em posse do sangue da Cersei, Maggy pede para que ela faça três perguntas. Por sua vez, Cersei pergunta quando irá casar com o Príncipe. A bruxa diz que ela não irá se casar com um príncipe e, sim, com um Rei. Esse primeiro momento acontece quando Cersei se casa com Robert Baratheon. A segunda pergunta é se Cersei se tornaria, então, a Rainha. Mais uma vez Maggy acerta prevendo que sim, ela seria Rainha, até que uma mulher mais jovem tome seu lugar. Mais tarde vemos a Margaery Tyrell realmente ficar em seu lugar (temporariamente), casando não só com Joffrey, mas, após sua morte, com Tommen, ambos os filhos de Cersei.

A terceira pergunta de Cersei é sobre ter filhos com o Rei, no que a bruxa nega e diz que seu marido terá 16 e ela apenas três. Sabemos que Robert teve vários bastardos (na série, conhecemos o Gendry) e que os filhos de Cersei são fruto da relação incestuosa dela com seu irmão, Jaime Lannister. Mas, eis que a bruxa diz “de ouro serão suas coroas e também suas mortalhas”, prevendo não só a morte dos seus três filhos antes da dela, como a da própria Cersei pelas mãos do Valonqar (‘irmão mais novo’, em valiriano). Até o final da sétima temporada, tudo que a bruxa disse que aconteceria, de fato, aconteceu. Sobrando apenas a última parte, sobre quem mataria a última Lannister.

A teoria aponta diretamente para Tyrion Lannister como o irmão mais novo, o que seria mais um motivo que justifica o ódio da irmã por ele. Mas também há a possibilidade de que Jaime seja o Valonqar, pois embora ele e Cersei sejam gêmeos, ela nasceu primeiro. Bom, tanto Tyrion quanto Jaime, atualmente, estão em lados opostos à Cersei na guerra pelo Trono de Ferro. Tyrion é Mão de Daenerys e Jaime está na estrada rumo ao Norte para se aliar a John Snow na luta contra os Caminhantes Brancos.

Outra possibilidade é que Arya Stark – que aprendeu as técnicas de troca de rosto em Bravos – pode matar Cersei disfarçada de um de seus irmãos, uma vez que a Lannister está na lista negra da caçula dos Starks.

Bran Stark como Rei da Noite

Durante um flashback de Bran, descobrimos que os Caminhantes Brancos foram criados pelos Filhos da Floresta para se proteger dos humanos, mas que eles acabaram perdendo o controle sobre Os Outros. Também fica claro que Bran é o Corvo de Três Olhos e que possui algumas técnicas, uma delas é a sua facilidade em transferir sua consciência para pontos do passado ou futuro (apenas para visualizar, não é uma viagem no tempo), podendo causar algumas consequências definitivas, como o que aconteceu ao Hodor.

Como Bran também tem a habilidade de possuir o corpo de algum ser vivo (o personagem já pegou o corpo de Hodor emprestado diversas vezes, além de seu lobo, Verão), a teoria de que Bran seria o Rei da Noite é a de que, com o objetivo de acabar com a Grande Guerra, Bran viajaria ao passado, entraria no corpo do primeiro humano transformado pelos Filhos da Floresta (antes da transformação) para tentar evitar a metamorfose, mas acabou ficando preso em seu corpo. Isso acabaria explicando algumas questões, como o fato do Rei da Noite nunca ter matado John Snow, mesmo quando teve chance. Ou pelo vilão ter esperado tanto tempo, na sétima temporada, para atacar o grupo de John, tendo iniciado sua investida no dragão de Daenerys. Também poderia explicar o fato do Rei ter a capacidade de tocar em Bran em uma visão.

Muitos questionamentos e muitas teorias! Existem milhares delas circulando por aí, mas o fato é que os próximos episódios podem esclarecer muita coisa em relação a diversas lendas. Só nos resta esperar. Comenta aí embaixo alguma teoria ou o que vocês acham das que citamos aqui. “Game Of Thrones” estreia sua última temporada no próximo domingo (14), na HBO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *